8Azul » Saúde » Qual o grau de risco da Construção Civil

Qual o grau de risco da Construção Civil

Com o salto da economia, o país se tornou um imenso canteiro de obras que necessita de muitos trabalhadores. Porém, o ramo da construção civil é um dos mais perigosos para os trabalhadores. Clique e entenda o porquê.

Construção

A construção civil detém o nível 4 de perigo no trabalho.

Nessas últimas décadas a economia  do país deu um grande salto, as cidades se expandiram, mais empregos surgiram, negócios foram abertos e quase todas as cidades do país viraram um enorme canteiro de obras. A necessidade de mão de obra técnica e superior para o empreendimento das construções só tem aumentado e os investimentos em Institutos Federais de ensino para essas áreas foram intensificadas em vários estados do país.

O aumento de pessoas empregadas nesses empreendimentos possibilitou o início de muitas obras. Mas a falta de experiência de muitos profissionais que surgiram para suprir a necessidade transformou a Construção Civil em um enorme campo de acidentes potenciais. A falta de fiscalização e instrução adequada cresceu junto com a quantidade de obras espalhadas pelo país.

Antes, o grau de risco na construção civil era de número 3. Atualmente essa classificação passou para o número máximo de 4, que equivale a trabalhos potencialmente perigosos como em siderúrgicas, fabricação de produtos bélicos, entre outros. Esse número aumentou porque grande parte das empresas não contratam o número adequado de técnicos em segurança que é determinado 1 técnico para o número de 50 a 100 empregados, 2 de 101 a 50 empregados e assim por diante.

Essas normas de segurança só vem aumentando devido aos altos índices de acidentes no trabalho. Para dar um reforço, vários folhetins, vídeos e manuais explicativos foram divulgados pelo governo para conscientizar os profissionais e os empregados da área.

Quem leu esse, olho esses:


Quer comentar ?